Blog da Carolina Teixeira: Ás avessas .
Image Map

Ás avessas .

Domingo, oba! Dia de textos no blog 



Raramente concordávamos em algo, eu sempre exclamava, vociferava, vomitava, você acalmava, pontuava, calava. Éramos yin e yang, não tínhamos sintonia alguma, mas quase sempre nos completávamos. Eu era confusão, bagunça, desordem, você era a paz. A minha paz. Eu ouvia jazz, folk e bossa nova, você rock, black, rap. A gente pouco se ouvia. Nossa sinfonia era caótica, poucos entendiam, às vezes nem nós mesmo, mas eu gostava. Gostava de você, também, e desse seu jeito de querer tudo pra amanhã, ou depois. Gostava quando suas mãos deslizavam sobre a minha coxa embaixo da mesa de algum restaurante, ou de quando sua respiração, ofegante, harmonizava-se com a minha. Eu gostava do jeito como seu cheiro agasalhava minha alma e do nosso jeito desalinhado de escrever juntos a nossa história. A gente traçava entrelinhas o tempo todo para que ninguém mais decifra-se as nossas frases, éramos o segredo um do outro, mas eu tinha urgência em viver o nosso amor. Eu tinha urgência em tudo e você não. Cê’ tinha aquele equilíbrio todo e aquela pose mansa, vivia centrado em viver um dia de cada vez de uma maneira irritantemente serena, perto de você eu era um furacão e isso te assustava. Mas eu não ligava, confesso até que me divertia. Pra você eu era um misto da Gabriela, do Jorge Amado, e da Capitu, do Machado de Assis. Eu amava a imagem que você tinha de mim, mesmo sendo um pouco distorcida e exagerada. Eu amava os exageros entre a gente. Você detestava, queria sempre menos, menos dos meus dramas, menos dos meus escândalos, menos do meu amor. Você soava um “inho” e eu logo contradizia com um “ão”, e a gente discutia só pra terminar na cama, juntos, ocupando o espaço que só um corpo deveria ocupar. Vez ou outra ficava tudo bem, você aplaudia nossa trégua entre um round e outro, eu emburrava, fazia cara feia pra toda aquela paz e você enlaçava seus dedos nos meus cabelos forçando com os lábios o desfazer do meu bico. Éramos isso: um mix de desejo, paixão e raiva. Fomos uma tentativa tosca de encenar Romeu e Julieta do nosso jeito, às avessas. Tínhamos tudo para ser um casal de cinema e terminarmos juntos, como Emma e Dexter*, ou qualquer outro casal que odiosamente se amava. Só que o nosso amor enfartou, infelizmente, e não deu tempo de nos salvar. No fundo eu só queria que a gente tivesse dado certo, ou que a gente tivesse dado em alguma coisa. Sei lá.

|GabrielaF. 

20 comentários:

  1. Amei o texto parabéns! bjs
    www.maniasdapatty.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, mas o texto é da Gabriela Freitas, uma ótima escritora :D

      Excluir
  2. Que texto lindo, tem casais que mesmo sendo tão diferentes dão certo, outros infelizmente não, pois fica dificil a convivência, adorei o texto, beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conviver realmente é complicado, mas devemos tentar ne?

      Excluir
  3. Adorei o post ;) Não conhecia o teu blog, mas já fiquei fã ;) Já ganhaste mais uma seguidora.
    Beijinho

    http://thehealthywayblog.blogspot.pt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaw que bom *.*
      Obrigada pela visita e volte sempre!

      Excluir
  4. Adoreeei o texto!

    www.brazilianvogue.com.br
    Instagram/Twitter: @ferbiajoti

    ResponderExcluir
  5. Adorei o texto <3
    Mil beijus, www.nossomosmoda.com
    Ótimo domingo!!

    ResponderExcluir
  6. Aiiiii que texto lindo! ♥ me identifiquei, principalmente com esse final.

    Visite-nos! Beijos. <3

    ResponderExcluir
  7. Que belas palavras!!!
    É tão legal quando o outro nos completa..
    (ps: nessa frase "A gente traçava entrelinhas o tempo todo para que ninguém mais decifra-se as nossas frases", decifra-se está errado... troca por decifrasse!!

    Bjuuuus www.chadecalmila.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Copiei direto do site da Gabriela, não reparare, rs
      Mas obrigada :D

      Excluir
  8. Eu acho que já li esse texto. É da Gabriela Freitas? Eu visito o blog dela e ela faz textos incríveis! Adorei reler! *-*

    Bitocas!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
  9. Que lindoo, as diferenças muitas vezes se completam, mas em outras talvez não era dá .

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
  10. Que texto mais lindo! Rupiei juro!! Acho que tô é apaixonada só pode, muita emotiva ultimamente kkk... Bjus flor!!

    http://brunavogue.blogspot.com.br/

    http://ninguempediusuaopiniao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

- Seu comentário é MUITO importante para o blog. Por isso, antes de ir embora, deixe aqui o seu recadinho!

- Se você for seguir o blog ou qualquer uma das minhas redes sociais, avise que eu retribuo o mais rápido possível.

Obrigada pela presença.
Beijos da Carol ♥

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...